CURIOSIDADES
Compito e Computa

Defectivo é o verbo que na sua conjugação não apresenta todas as formas, daí defectivo, que quer dizer defeituoso.

A defectividade, não raro, baseia-se no critério de eufonia (bom som) que pode variar com o tempo e com a opinião dos gramáticos. O gramático Bechara fala até em disparidade e lembra que a 1ª pessoa do presente do indicativo de colorir (que seria coloro) não existe, mas o mesmo critério já não funciona para o verbo colorar – coloro que existe.

Vejamos dois casos especiais que você deve guardar.

Um atleta que vai concorrer numa prova de corrida, diz:

1) - Eu compito (?) daqui a cinco minutos.

João diretor da empresa deixa recado para seu técnico:

2) Ele computa (?) os dados e me envia ainda hoje.

O primeiro caso “eu compito” não é sentido como defectivo. Trata-se apenas de um verbo irregular da 3ª conjugação do tipo ADERIR – eu adiro / eu compito, tu competes ele compete.

No segundo caso o verbo “computar” é defectivo certamente por razões de eufonia não se conjuga nas 1ª, 2ª e 3ª pessoas do presente do indicativo, não se conjuga ainda no presente do subjuntivo e no imperativo negativo. Usa-se uma forma substitutiva: vou computar etc. Sobre defectividade. Leia mais no pulo-do-gato Continuação de verbos