PULO - DO - GATO Nº 07
Outros Pronomes
Pronomes: possessivos, demonstrativos, indefinidos, interrogativos, relativos.

1) Pronomes Possessivos

Pronomes possessivos são palavras que, ao indicarem a pessoa gramatical (possuidor), acrescentam a ela a idéia de posse de algo (coisa possuída).

PRONOMES POSSESSIVOS
singular
1ª pessoa
meu, minha , meus, minhas
singular
2ª pessoa
teu, tua, teus, tuas
singular
3ª pessoa
seu, sua, seus, suas
plural
1ª pessoa
nosso, nossa, nossos, nossas
plural
2ªpessoa
vosso, vossa, vossos, vossas
plural
3ª pessoa
seu, sua, seus, suas

As formas seu(s), sua(s), pode causar ambigüidade.

Ex: Carlos conversava com Lúcia a respeito de seu trabalho. (corrigimos usando dele ou dela)

Com os pronomes de tratamentos o possessivo fica na 3º pessoa.
Ex: Vossa Excelência trouxe seu discurso?


2) Pronomes Demonstrativos

Pronomes demonstrativos são palavras que indicam, no espaço ou no tempo, a posição de um ser em relação às pessoas do discurso.

PRONOMES DEMONSTRATIVOS
VARIÁVEIS
INVARIÁVEIS
este, esta, estes, estas
isto
esse, essa, esses, essas
isso
aquele, aquela, aqueles, aquelas
aquilo o/a antes de que ou de

O(s), a(s) podem ser demonstrativos: Não sei o que queres. O de que precisamos é de paz.

Tal e tais são demonstrativos quando correspondem a esse(s), essa(s), este(s), esta(s), aquele(s), aquela(s).

Ex: Tal assunto não me interessa.

Mesmo(s), mesma(s), próprio(s), própria(s) são demonstrativos quando significam idêntico ou em pessoa.

Ex: Eu mesmo verifiquei tudo
O próprio filho matou os pais.

No uso dos pronomes demonstrativos devem ser observado os seguintes casos:


Em relação às pessoas do discurso
Quem fala: veja este calo na minha mão.
Com que se fala: bonita, essa sua gravata.
De quem se fala: aquela casa, lá.
Em relação ao tempo
Passado distante: naquele bom tempo.
Presente: este ano.
Passado próximo: nessa época.
 
 
Em relação ao texto
Já mencionado:
Ex: Miséria e fome foram essas as causas.
A mencionar:
Ex: São estas as causas: miséria e fome.


Pode haver combinação ou contração da preposição com os demonstrativos:

Ex: Não acreditei no que falaram. Preciso deste carro
Não irei àquele lugar. Morei naquele lugar

3) Pronomes Indefinidos

Refere-se à 3º pessoa de maneira vaga:

VARIÁVEIS
INVARIÁVEIS
Algum, alguns,alguma(s)
Alguém
Todo(s), toda(s)
Ninguém
Muito(s), muita(s)
Tudo
outro(s), outra(s)
Nada
pouco(s), pouca(s)
Algo
quanto(s), quanta(s)
Outrem
Nenhum, nenhuns, nenhuma(s)
Quem
bastante(s)
Cada
Qualquer, quaisquer
------


Observações:

a) Bastante, como pronome indefinido, admite flexão de número.Ex: Comprei bastantes livros.

b) Os plurais nenhuns e nenhumas não são usados correntemente, preferindo-se as formas do singular.

Ex: Não admitiu nenhum dos argumentos Também é correto: Não admitiu nenhuns dos argumentos.

e) Algum(a) quando vier posposto ao nome apresenta valor negativo = nenhum.

Ex:Argumento algum me convencerá.

Diferente de:Algum argumento me convencerá
c) O indefinido todo ou toda no singular seguido de artigo significa por inteiro; sem artigo significa qualquer.

Ex: Todo o auditório aplaudiu. Todos os alunos compareceram.

Toda cidade tem suas ruas

d) Os pronomes invariáveis outrem, alguém e ninguém correspondem respectivamente a:

outra pessoa, alguma pessoa e nenhuma pessoa.

f) Certo será pronome indefinido quando anteceder o nome, será adjetivo quando vier depois do nome.

Ex: Certos exercícios X Exercícios certos


4) Pronomes Interrogativos

São usadas para perguntas que podem ser diretas ou indiretas:

PRONOMES
PERGUNTA DIRETA
PERGUNTA INDIRETA
QUE
Que horas são?
Não sei que horas são.
QUAL
Qual o resultado?
Não sei qual o resultado.
QUANTOS
Quantos vieram?
Ignoro quantos vieram.
QUEM
Quem disse isso?
Não sei quem disse isso


Observe que o ponto de interrogação só aparece na interrogação direta.

5) Pronomes Relativos

São aqueles que se referem a termos já expressos e introduzem uma oração adjetiva:Ex: [Este é o candidato] [que foi aprovado.]

Pronomes Relativos:

VARIÁVEIS
INVARIÁVEIS
O qual,os quais
que
A qual, as quais
quem
Quanto(s), quanta(s)
onde
Cujo(s), cuja(s)
-------



a) Que = Emprega-se para pessoas ou coisas.

Ex: O aluno que me procurou é estrangeiro.
O relatório que enviei está correto

b) Quem = Emprega-se para pessoas sempre regido de preposição.

Ex: Refiro-me a quem conheço. Não irei com quem discordo.

c) O qual, os quais, a qual, as quais = Emprega-se de preferência em duas situações:

1) Para evitar ambigüidades
Ex: Visitei o apartamento de minha tia o qual é elegante.

2) Quando regido de preposição dissilábica

Ex: São esses os assuntos sobre os quais falei.

d) Cujo(s), cuja(s) = Estabelece uma relação de posse entre dois termos, o antecedente e o conseqüente.

Ex: Gosto desse cantor cujos discos tenho todos.

Obs.: Não se usa artigo depois de cujo(s), cuja(s).

e) Onde, aonde = Tem como antecedente lugar corresponde a em que, no qual.

Ex: A casa onde moro.
O lugar aonde vais é novo.

f) Quanto = Quando vier precedido de tudo, todo(s), toda(s).

Ex: Tragam os gêneros e tudo quanto quiserem.

Observação: Os pronomes relativos que, quem, cujo, onde podem vir regidos de preposição: de, a, contra e em, por causa da regência verbal na oração que iniciam:


- São esses os profissionais de quem preciso.
- A carta a que vou responder é longa.
- Os inimigos contra os quais lutou eram perigosos.
- Sr. Luís em cuja casa estive trabalhando, protegeu-me muito.
- Não conheço o lugar de onde ele veio.

Faça o teste sobre Outros pronomes

Próximo Pulo-do-Gato Nº 08 - Polissemia - Denotação/Conotação - Sinonímia/Antonímia - Hiperonímia/Hiponímia