PULO - DO - GATO Nº 10
Diferentes Registros / técnicos, cultos, gírias e jargões

Diferentes Registros

Há palavras que tratam do mesmo objeto, ou da mesma idéia, mas se diferenciam em função de: quem fala, para quem e em que contexto. Exemplo: barriga, abdome, ventre e bucho representam o mesmo referente com registros diferentes. Assim, a maioria das pessoas, na situação comum, usa o termo barriga. Em situação profissional, um médico usará o termo abdome. Um uso literato ou religioso optará por ventre, enquanto bucho é uso popular, regional.

Contexto / Quem fala

Expressão

Significado

Médico

Abdome

Barriga

Religioso

Ventre

Popular

Bucho

Dentro dos registros convém assinalar:

  • O técnico-profissional – Por exemplo: linguagem jurídica, linguagem médica, linguagem da economia etc.

A linguagem médica é rica de helenismos (Grego), enquanto a dos juristas recorre ao Latim.

Zoo (animal) + logia (estudo) = zoologia.

É interessante conhecer uma relação de latinismos muito usados tanto na área jurídica quanto na burocrática, e também nas indicações bibliográficas propostas pela ABNT.

    • Ad hoc = para tal fim, para isso
    • Ad nutum = às ordens
    • Ad referendum = sujeito a aprovação
    • A priori = antes de argumentar
    • A posteriori = após a argumentação
    • Data venia = com a devida permissão
    • Exempli gratia (e.g) = por exemplo
    • Ex officio = por obrigação de lei
    • Habeas corpus = direito de locomoção
    • Honoris causa = por motivo de honra
    • Ibidem = no mesmo lugar, na mesma hora
    • Idem = no mesmo autor
    • Ipsis litteris = pelas mesmas letras
    • Ipsis verbis = pelas mesmas palavras
    • Lato sensu = em sentido amplo
    • Sic = assim mesmo, tal qual
    • Sine die = sem data fixa
    • Sine qua non = indispensável
    • Verbi gratia (v.g.) = por exemplo

Os latinismos são aspeados quando manuscritos, ou usados em itálico, quando impressos.

Jargões - Dino Pretti (1984,26) chama atenção para o uso da linguagem técnica banalizada – como as formações neológicas abusivas e pretensiosas tais como: o economês, o juridiquês e tantos outros que geram preciosidades do tipo: elencar, opinamento, obstaculizar.

A gíria – Dos jovens, dos militares, dos marginais, etc. Elas ocorrem em todas as línguas e, não raro, são criativas

Embora possa ser criativa e estilística, a gíria nem sempre cabe bem no texto, principalmente nos textos formais como a dissertação, ou nos oficiais.

Registro Culto – São palavras de ocorrência mais rara, por isso exigem contextos mais trabalhados.

Exemplos:

verossímil: que tem aparência de verdadeiro.

encômio = elogio

procrastinar = adiar

Faça o teste sobre Diferentes Registros

Próximo Pulo-do-Gato Nº 11 - Conheça fraseologia para vocabulário e intertexto